Terapia pra todos na série Sky Rojo, por favor!

Uma amiga minha me indicou essa série e eu decidi assistir totalmente no escuro: não sabia do que se tratava, apenas confiei na indicação e dei o play.

Me deparei com uma série que fala sobre prostituição e muitos outros assuntos pesadíssimos que acabam se relacionando com o tema principal. Sim, é uma série pesada, que ao mesmo tem um dinamismo e até um pouco de humor, o que torna a obra incrível.


Fugindo de seu cafetão e seus capangas, três mulheres embarcam em uma jornada em busca da liberdade.

Com duas temporadas, a série conta com 8 episódios em cada temporada de, aproximadamente, 27 minutos cada um, e é um original Netflix. Classificação etária: 18 anos.

Dos mesmo criadores de "La Casa de Papel" e "Vis a Vis", a série latina nos mostra um bordel que é comandado por duas pessoas que só pensam em dinheiro e tratam as mulheres que trabalham lá como se elas realmente fossem mercadoria. As prostitutas que trabalham no bordel chegaram lá de diferentes formas: algumas enganadas, achando que iriam conseguir outro tipo de emprego; outras na esperança de ter uma vida melhor; outras porque já não tinham mais o que fazer. A verdade é que independente do motivo pelo qual elas chegaram até lá, o futuro de todas acaba sendo o mesmo: elas tem os passaportes roubados pelo cafetão, ficam devendo para ele (porque tudo é cobrado: camisinhas que usam, cirurgias que ele faz elas se submeterem, dentre muitas outras coisas), e nunca conseguem sair do bordel, tendo uma dívida eterna.

Não aguentando mais viver dessa forma, nossas três (incríveis) protagonistas vão tentar mudar seu futuro e fugir do bordel: Coral, Wendy e Gina. 

Coral é uma viciada em drogas, e ao mesmo tempo que é a "cabeça" das três amigas, acaba sempre estragando tudo também. Wendy é a "cota LGBT" da série, a mais amada pelos espectadores e a que mais sofre. Gina é a mais novinha e inocente, mas que faz o que tem que ser feito quando necessário.


Além das personagens principais, temos sempre em destaque Romeo, o dono do bordel, Moisés e Christian, dois irmãos que trabalham para Romeo e em quem o cafetão tem muita confiança.

Sobre essa série, basicamente:



Todos os personagens tem atitudes extremas que poderiam ser evitadas se eles fizessem terapia. E como a série aborda assuntos super pesados, pode ser que depois de assistir você precise de terapia também!

Com cenas de perseguição a todo momento, a série é super dinâmica e a maneira com que a história é contada é bem interessante.

Em resumo: a série é bem construída. Tem bons personagens, aborda assuntos importantes e pesados, mas consegue dosar com um pouco de humor e com o fato de ter alguns acontecimentos irreais (às vezes até demais). É necessária, mas é pra quem tem estômago.

AVISO DE GATILHO: a série trata de assuntos como estupro e violência, então só assista se esses assuntos não forem um problema pra você, combinado?


🍿




Nenhum comentário