Resenha: Sejamos Todos Feministas

Chimamanda tem muito a nos ensinar! Seus livros fazem muito sucesso e com esse não é diferente! Sejamos Todos Feministas é um texto/livro baseado em uma das palestras de Chimamanda num TED que ficou super conhecida.


Título: Sejamos Todos Feministas
Título Original: We Should All Be Feminists
Autora: Chimamanda Ngozi Adichie
Páginas: 64
Editora: Companhia das Letras

Sinopse

Chimamanda Ngozi Adichie ainda se lembra exatamente do dia em que a chamaram de feminista pela primeira vez. Foi durante uma discussão com seu amigo de infância Okoloma. "Não era um elogio. Percebi pelo tom da voz dele; era como se dissesse: 'Você apoia o terrorismo!'". Apesar do tom de desaprovação de Okoloma, Adichie abraçou o termo e começou a se intitular uma "feminista feliz e africana que não odeia homens, e que gosta de usar batom e salto alto para si mesma, e não para os homens". Sejamos todos feministas é uma adaptação do discurso feito pela autora no TEDx Euston, que conta com mais de 1,5 milhão de visualizações e foi musicado por Beyoncé.

 Minhas Impressões

Esse livro é bem curtinho e de fácil compreensão. Li em menos de uma hora e achei ele bem pontual e claro. Chimamanda cresceu na Nigéria e conta como lá a cultura é machista e como as pessoas a vêem por ir contra isso.

Ela conta algumas situações de sua vida onde ela viu que o feminismo era algo necessário e em como uma feminista pode ser mal vista por quem não sabe nem o que é isso.

"Seu conselho – disse, balançando a cabeça com um ar consternado – era que eu nunca, nunca me intitulasse feminista, já que as feministas são mulheres infelizes que não conseguem arranjar marido."
Esse livro nos apresenta o básico do básico sobre feminismo, acredito que seja um ótimo começo para quem quer (ou precisa) começar a entender sobre o assunto. Ele mostra com exemplos e situações reais a desigualdade existente entre homens e mulheres, qual a problemática  disso e porque devemos lutar pelos nossos direitos.

"A pessoa mais qualificada para liderar não é a pessoa fisicamente mais forte. É a mais inteligente, a mais culta, a mais criativa, a mais inovadora. E não existem hormônios para esses atributos. Tanto um homem como uma mulher podem ser inteligentes, inovadores, criativos. Nós evoluímos. Mas nossas ideias de gênero ainda deixam a desejar."

 
"[...] o homem que se sente intimidado por mim é exatamente o tipo de homem por quem não me interesso."



Eu não consigo falar muito sobre o livro sem dar spoilers justamente por ele ser tão curtinho. Em resumo: uma escrita boa e clara, com exemplos fáceis de entender, que vai ajudar qualquer pessoa a entender os conceitos básicos sobre feminismo e sua importância numa rápida leitura.


A seguir, vou deixar a palestra de Chimamanda no TED para quem se interessar em assistir (em inglês – ative as legendas):


★★★☆☆

O blog é parceiro da Amazon, comprando pelos nossos links, você ajuda a manter esse cantinho em pé sem pagar nada a mais por isso :)

8 comentários

  1. Tenho esse livrinho aqui, inclusive sua resenha me lembrou de colocar o outro da autora na minha wishlist hehe.
    Sério, é tão importante existirem livrinhos assim: simples, didáticos, mas que passam o que realmente é esse movimento tão incrível <3 foi uma leitura muito engrandecedora!

    ResponderExcluir
  2. Oi Vitória, tudo bem? Eu também realizei a leitura desse livro e pretendo escrever minha opinião sobre ele, ainda esse mês! Acredito que tivemos a mesma opinião sobre ele, uma história curta e necessária que todos deveriam ler e conhecer. Hoje em dia, o termo "Feminismo" está muito banalizado, tenho amigas que não aceita serem chamadas de feministas, mesmo aderindo a causa, apenas por vergonha e acharem que os homens vão "sumir" de suas vida.
    Só quero dizer, que amei ler a sua opinião sobre esse livro, adoro seu trabalho e acho a divulgação de livros feministas e antirracistas muito importante.

    Resenhas da Viviane
    http://resenhasdaviviane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Viviane, hoje esse termo está bem banalizado mesmo, e muita gente não gosta porque não sabem nem o que significa!
      Obrigada pelos elogios <3

      Excluir
  3. Apesar de já ser "iniciada" no feminismo graças à minha graduação, ainda quero muito ler esse livro! Na verdade eu até já comecei ele no passado, mas acabei não lendo inteiro. A sua resenha me deixou com vontade de pegar ele de novo no Kindle e concluir a leitura <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pega pra ler sim Malu, rapidinho você termina ele!

      Excluir
  4. Sejamos Todos Feministas é o famoso "óbvio que precisa ser dito", né? Eu me sinto muito assim em relação a ele e o Para Educar Crianças Feministas: pra mim é tudo ridiculamente claro, mas nem sempre foi, talvez, E nem todo mundo chegou no ponto em que cheguei, e todo mundo precisa ter a oportunidade de chegar (e eu mesma tenho muito o que aprender sobre mil coisas), então que venham pessoas INCRÍVEIS como a Chimamanda falar sobre si, sobre os outros, sobre tudo. Esse discurso dela merece todos os choros e risos e aplausos que recebe todos os dias, de todo mundo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ISSO! "Óbvio que precisa ser dito" é a frase que define esse livro muito bem!

      Excluir