3 livros de leitura rápida

Eu amo livros grandes, com uma história que parece não ter fim e você sempre quer saber o que vem a seguir. Porém, às vezes é chato ficar um tempão na mesma leitura e a gente quer algo mais leve. Uma história mais sucinta.

Hoje vou listar 3 livros de leitura rápida - e que são bons.


Um Estudo em Vermelho

"O laboratório era um aposento amplo, atulhado de incontáveis frascos. Viam-se, espalhadas, diversas mesas baixas e largas, eriçadas de retortas, tubos de ensaio e pequenos bicos de Bunsen com suas trêmulas chamas azuis. Na sala havia apenas um estudante, inclinado sobre uma mesa afastada, completamente absorto no que fazia. Ao ouvir o som de nossos passos ele levantou os olhos e, vendo-nos, eregueu-se num pulo soltando uma exclamação de prazer.
- Achei! Achei! - gritou para meu companheiro, ao mesmo tempo, correu para nós com um tudo de ensaio na mão. - Achei um reagente que é precipitado pela hemoglobina e unicamente pela hemoglobina.
Tivesse ele encontrado uma mina de ouro, suas feições não poderiam estar iluminadas por prazer maior.
- Dr. Watson, este é o sr. Sherlock Holmes - disse Stamford, apresentando-nos."

Minha edição desse livro é da Editora Ática e faz parte da coleção Eu Leio, tendo 149 páginas (de história). "Ah, Vitória, mas 149 páginas não é muita coisa?" eu diria que depende do ponto de vista.


Essa é uma leitura que fluiu muito bem comigo. Por ser uma daquelas histórias onde queremos saber o que vai acontecer depois. Li esse livro ainda no ensino fundamental, quando eu devia ter uns 13 anos, mas sou apaixonada por ele até hoje. É aqui que conhecemos o incrível Sherlock Holmes e vemos ele desvendar um caso pela primeira vez.

Por mais que possa conter um grande número de páginas na visão de alguns, o livro em si é pequeno, as letras não são grandes, eu diria que tem um tamanho "comum" se comparado a outros livros, mas como eu disse, a leitura flui - e as páginas são amareladas, o que particularmente é bem melhor para mim.
Compre o livro aqui.

Para Educar Crianças Feministas

Após o enorme sucesso de Sejamos todos feministas, Chimamanda Ngozi Adichie retoma o tema da igualdade de gênero neste manifesto com quinze sugestões parar criar filhos dentro de uma perspectiva feminista.
Escrito no formato de uma carta da autora a uma amiga que acaba de se tornar mãe de uma menina, Para educar crianças feministas traz conselhos simples e precisos de como oferecer uma formação igualitária a todas as crianças, começando pela justa distribuição de tarefas entre pais e mães. E é por isso que este breve manifesto pode ser lido por homens e mulheres, pais de meninas e meninos.
Partindo de sua experiência pessoal como mãe e filha, Chimamanda nos lembra como é moralmente urgente termos conversas honestas sobre novas maneiras de criar nossos filhos, e presenteia o leitor com o que chama de um mapa de suas próprias reflexões sobre o feminismo. O resultado é uma leitura essencial para todos aqueles que acreditam que a educação é o primeiro passo para a construção de uma sociedade mais justa.
Na resenha que fiz desse livro, comentei que realizei a leitura em uma hora e meia. Essa edição é da Companhia das Letras e tem 94 páginas. O livro é bem pequeno, daqueles que tem como guardar no bolso. E originalmente, ele foi escrito em formato de carta, então a escrita tem aquela proximidade entre autor/leitor, e é bem tranquila de ser realizada.
Compre o livro aqui.


O Livro de Tudo

Não, isto não é uma biografia. Quem sabe daqui uns 50 anos eu faça uma, mas ainda não é o caso. Não mesmo. Que tal uma conversa? Em meio a tanta gente falando sobre si, acho que vale a pena uma conversa sobre tudo. Sonhos, propósito de vida, rótulos que a sociedade impõe, a falsiane da mídia. Por que não mostrar a nossa visão sobre assuntos que são relevantes, mas que, em um mundo de "eu, eu, eu", ninguém mais presta atenção? Aliás, não tenho muito espaço pra te contar o que eu acho por aqui. Melhor você ler logo.
Com amor, Priscilla Alcantara =)

Da editora Ágape, com 144 páginas, O Livro de Tudo é uma conversa entre a Priscilla e quem lê o livro. Acabei de reler a resenha que fiz desse livro por aqui, em 2016. Achei engraçado o quão objetiva eu fui na postagem, mas acho que ainda assim consegui transmitir a mensagem que queria.

No livro muitos assuntos são abordados mesmo, e a Priscilla relaciona tudo com Jesus. Mesmo que você não seja muito religioso ou nem acredite, acho que é uma leitura válida por ser legal e descontraída. Ao ler, nós nos sentimos realmente numa conversa com a autora, e isso é demais.


A fonte utilizada no livro é grande e ele é recheado de fotografias e desenhos, então o número de páginas de leitura em si acaba sendo bem menor do que o número total de páginas.
Compre o livro aqui.



O blog é associado da Amazon. Comprando livros pelos nossos links, você ajuda a manter esse cantinho de pé e não paga nada a mais por isso ;)

Se você tem algum livro queridinho que tenha uma leitura rápida, me indica nos comentários que eu vou amar saber!

20 comentários

  1. Que post mais amorzin <3 eu adoro livros que consigo ler rapidinho, ainda mais tendo em vista que recentemente li livros que não são rápidos de ler. Para Educar Crianças Feministas eu já disse na resenha que quero ler, pois li o outro da autora e gostei bastante! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto de livros curtos, a gente não fica tanto tempo preso em uma história, né?

      Excluir
  2. Dos três o que mais quero ler é para educar crianças feministas me parece ser um livro bem interessante e sua resenha em outro post me deixou um pouco mais curiosa para ler *-*
    Amei o post, traz mais nesse estilo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é incrível!
      Pode deixar que trarei sim :)

      Excluir
  3. Eu também adoro leituras extensas, mas sempre preciso de um livro rapidinho entre elas para relaxar um pouco antes de encarar o próximo. Desses, não li nenhum. Mas eu li recentemente "Especial" muito rápido e curti a leitura! Acho que você gostaria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bacana sua indicação. Já anotei o nome do livro para procurar mais sobre ele!

      Excluir
  4. Ler ''Para Educar Crianças Feministas'' devia ser obrigatório pra viver em sociedade. Mesmo quem não vai ter filhos precisa disso, de uma visão menos focada nos esteriótipos de gênero sobre todas as gerações. Chimamanda é incrível, né? Parafraseando John Green, eu leria até a lista de compras dessa mulher!
    E, mulher, você me deixou coçando de vontade de reler ''Um Estudo em Vermelho'' e outros livros de Sherlock Holmes pra, enfim, terminar todas as histórias! Sério mesmo, vou providenciar isso, saudades dele e do Watson!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SIM!!! Isso é verdade.
      Hahaha, também estou com saudades das histórias dele.

      Excluir
  5. Nossa, eu adorei esse post!! Eu já li Um Estudo Em Vermelho há muitos anos atrás, e é bem bacana! Mas eu fiquei é muito curiosa quanto ao livro Para Educar Crianças Feministas porque (1) sou profe de crianças e (2) tenho uma afilhada de 02 aninhos de idade!
    Obrigada pela dicaaaaa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gata, esse livro vale super a pena, com certeza será incrível para você!

      Excluir
  6. Oie, tudo bem? Concordo com você. Ler é muito bom mas quando pegamos um Outlander por exemplo que tem 500 páginas parece que vamos demorar uma eternidade para terminar. Também gosto de títulos mais leves e curtos para ler numa viagem ou no intervalo entre dois mais intensos. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Livros grandes são legais, mas os pequenos também merecem nossa atenção, né? Hahaha!

      Excluir
  7. Eu li o livro Sejamos todos feministas ano passado no kindle e amei! Queria ter comprado mas pelo tamanho e formato livros pequenos em foormato de bolso me dá agonia... Porém adorei as suas leituras

    https://www.ladomilla.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse título da Chimamanda com certeza é incrível também!

      Excluir
  8. Eu amo Garota Interrompida. É meu livro preferido da vida mas dá pra ler em um dia.

    ResponderExcluir
  9. Fiquei bem interessada neste da Priscila Alcântara. Já tinha ouvido falar, mas nunca li. Gosto de livros que nos inspiram e nos falam de fé.
    Os livros que tenho lido ultimamente são todos acadêmicos, mas tem um que li há pouco tempo (mas ainda não terminei) e tem 180 páginas é "Israel for Beginners: A Field Guide for Encountering the Israelis in Their Natural Habitat". Comprei em Jerusalém após passar um mês e meio lá. É muito cômico, pois fala dos israelenses de forma animada e realista. Ri muuuito lendo. :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que demais você ter passado um mês e meio por lá! O livro parece ser bem bacana mesmo!!
      Se livros que falam sobre fé te interessam, acho bacana uma lida no da Priscilla sim, viu?
      Beijo!

      Excluir
  10. Eu prefiro sempre livros menores, livros longos de mais me cansam e eu não consigo ler tudo RS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, realmente...livros longos dão um cansaço que só!

      Excluir