Cada acidente desses 6 meses

Cada acidente desses 6 meses

Os primeiros seis meses de 2022 foram doidos. Eu estou passando por uma fase completamente nova e diferente na minha vida, e com ela vieram muitas coisas. Passei por altos e baixos, tive grandes responsabilidades, e tô aprendendo a lidar com tudo aos pouquinhos.

Depois de ler esse post no blog Kaffeina, decidi fazer um photodump reunindo os acontecimentos dos seis primeiros meses desse ano. Esse post é um registro da minha vida, pra ficar guardadinho aqui pra sempre (eu espero), e eu poder revisitar quando quiser.

Em janeiro, a virada de ano foi junto com a minha família e alguns amigos.

Fiquei muito feliz quando eu fui chamada pra trabalhar como modelo ~real oficial~. Eu já tinha feito diversos ensaios fotográficos, mas nunca tinha sido paga pra fazer isso como um trabalho mesmo. Fiquei super nervosa e com medo de dar tudo errado, as fotos ficarem feias, mas no final deu tudo certo! Fiz as fotos pra marca de semijoias Saggittá.

Foi um mês onde eu dei muitas aulas de dança particulares, principalmente online, e pra pessoas de vários lugares do Brasil. Na foto da galeria acima, tem o registro de uma foto online com a Tamara, do blog Tamaravilhosamente.

Em Fevereiro, tive a minha tão esperada colação de grau (formada em Educação Física \o/)! Saí do pesadelo da faculdade, mas já estava morrendo de saudades. Na foto, eu estou com a professora que foi orientadora do meu TCC, e a minha favorita do curso todo. Conheci a Cris logo no primeiro semestre, e nunca mais larguei. Ela me ajudou muito durante todo o curso.

Gravei um clipe como bailarina (isso eu realmente sempre fiz) pro MC Miguel, que ficou incrível! O resultado tá aqui.

Além das aulas de dança, comecei a dar aulas de Step e Jump na academia onde eu trabalho, e me apaixonei por essas modalidades de cara! A recepção das alunas foi ótima, e agora eu já tenho muito mais facilidade em dar essas aulas do que quando comecei.

O encontro de milhões: me reuni com duas blogueiras que conheci nesse mundo da internet, a Thaís e a Camila. Fomos no shopping comer um lanche, conversamos muito e demos muita risadas. Saímos do rolê já prometendo fazer um segundo (que ainda não aconteceu).

Em Março, eu e minhas amigas do Ensino Médio fizemos um pinganique (piquenique + pinga). Foi um dia incrível e eu amei rever várias das meninas que eu não encontrava fazia tempo.

Comecei a treinar pra manter meu corpinho forte e poder continuar com as minhas aulas, e de brinde tô ficando gostosona, viu?

Um dos dias mais memoráveis desse mês já começou muito bem porque meu amigo Matheus, da faculdade, foi na academia onde dou aula, depois de muito tempo sem nos vermos, e dançamos horrores juntos. Ele decidiu ficar mais um tempo pra fazer minha aula, e foi a primeira aula que eu dei sem máscara. Uma sensação estranha, mas libertadora demais.

Em Abril, eu fui no meu primeiro show “pós pandemia”, que foi do Sorriso Maroto e Dilsinho. Sempre gostei muito do Sorriso e já tinha ido em um show deles (eu sabia que valia a pena), e assim que eles lançaram o projeto Juntos com o Dilsinho e anunciaram turnê, eu quis ir. Fui acompanhada da minha tia Tutty e da minha amiga Marcella que também são fãs.

Completei 22 anos, e teve texto aqui no blog, como de costume.


O mês de Maio foi o mês mais difícil desse ano pra mim até agora (e é por isso que ele nem tem foto pra ilustrar). Eu passei por muitas coisas, principalmente no trabalho, que aconteceram uma atrás da outra e foram sugando toda a minha energia e vontade de fazer qualquer coisa que seja. Pra tentar lidar com tudo, comecei a fazer terapia, e hoje eu tô bem melhor!

Junho começou com o casamento da Gabi e do Everton, que me contrataram pra ensaiar a valsa deles. Eles dançaram uma valsa maluca, e o filho deles também participou, o resultado ficou incrível e eu fiquei muito orgulhosa do meu trabalho.

Logo no dia seguinte do casamento, fui no show da Fresno com a minha prima Ingrid e a minha amiga Natália. Nós nos encontramos antes do show pra tomar uma cervejinha em um bar, e o dia todo, assim como o show, foi incrível demais!

A Bee You nasceu, minha empresa de Social Media com a Yamana. Nós estamos muito felizes que esse empreendimento está dando certo e que estamos conseguindo vários clientes (segue a gente!).

Fui no Hopi Hari com minhas amigas do ensino médio + os respectivos namorados (na real, era aniversário de um deles). Foi um dia muito incrível, onde fomos em todos os brinquedos que proporcionam uma experiência de quase morte. Amei passar esse tempo ao lado deles.

No fim do mês, cortei as pontas do meu cabelo e fiz uma franja, já que eu não consigo ficar muito tempo com o mesmo cabelo, nem que eu queira.


Pra encerrar esse post, vou deixar uma música que eu acredito que resume muito bem esses últimos seis meses da minha vida:

Como foram os últimos meses pra você?

2 thoughts on “Cada acidente desses 6 meses

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.